Read ✓ O Anjo Branco By José Rodrigues dos Santos – Gasengineersinglasgow.co.uk

Read ✓ O Anjo Branco  By José Rodrigues dos Santos – Gasengineersinglasgow.co.uk
  • Paperback
  • 678 pages
  • O Anjo Branco
  • José Rodrigues dos Santos
  • Portuguese
  • 06 March 2017

O Anjo Branco Baseando Se Em Factos Reais, Jos Rodrigues Dos Santos Traz Nos Desta Vez Uma Obra Sobre Mo Ambique, Os Portugueses, A Guerra Colonial E, Sobretudo Sobre O Mais Aterrador Segredo De Portugal No Ultramar.A Vida De Jos Branco Mudou No Dia Em Que Entrou Naquela Aldeia Perdida No Cora O De Frica E Se Deparou Com O Terr Vel Segredo O M Dico Tinha Ido Viver Na D Cada De 1960 Para Mo Ambique, Onde, Confrontado Com In Meros Problemas Sanit Rios, Teve Uma Ideia Revolucion Ria Criar O Servi O M Dico A Reo.No Seu Pequeno Avi O, Jos Cruza Diariamente Um Vasto Territ Rio Para Levar Ajuda Aos Recantos Mais Long Nquos Da Prov Ncia O Seu Trabalho Depressa Atrai As Aten Es E O M Dico Que Chega Do C U Vestido De Branco Transforma Se Numa Lenda No Mato.Chamam Lhe O Anjo Branco.Mas A Guerra Colonial Rebenta E Um Dia, No Decurso De Mais Uma Miss O Sanit Ria, Jos Cruza Se Com Aquele Que Se Vai Tornar O Mais Aterrador Segredo De Portugal No Ultramar.Inspirado Em Factos Reais E Desfilando Uma Galeria De Personagens Digna De Uma Grande Produ O, O Anjo Branco Afirma Se Como O Mais Pujante Romance Jamais Publicado Sobre A Guerra Colonial E, Acima De Tudo, Sobre Os Ltimos Anos Da Presen A Portuguesa Em Frica.


About the Author: José Rodrigues dos Santos

Is a well-known author, some of his books are a fascination for readers like in the O Anjo Branco book, this is one of the most wanted José Rodrigues dos Santos author readers around the world.


10 thoughts on “O Anjo Branco

  1. says:

    O mal a incapacidade de nos pormos no lugar do outro O mal a incapacidade de imaginar os sentimentos do outro e de os sentir como se pud ssemos ser n s O bem pormo nos no lugar do outro E actuar em conformidade, claro Este o primeiro livro que leio do Jos Rodrigues dos Santos e revelou ser uma surpresa Uma surpresa muito agrad vel A hist ria baseada em factos reais e envolvida em fios de narrativa ficcionais que retratam o comportamento humano, ora movido por instintos, O mal a incapacidade de nos pormos no lugar do outro O mal a incapacidade de imaginar os sentimentos do outro e de os sentir como se pud ssemos ser n s O bem pormo nos no lugar do outro E actuar em conformidade, claro Este o primeiro livro que leio do Jos Rodrigues dos Santos e revelou ser uma surpresa Uma surpresa muito agrad vel A hist ria baseada em factos reais e envolvida em fios de narrativa ficcionais que retratam o comportamento humano, ora movido por instintos, ora ditado pelo cora o A Hist ria feita de hist rias, como diz o autor, e Jos Rodrigues dos Santos d nos a conhecer um momento da Hist ria de Portugal atrav s dos olhos de Jos e mais tarde do seu sobrinho Diogo Acompanhamos Jos desde o momento exato do nascimento e, com humor, empatia ou tristeza, vemos retratas v rias estapas da sua vida De crian a t mida a adolescente rebelde a adulto determinado, Jos casa se com o amor da vida de adolesc ncia e faz se um grande m dico e um homem ainda maior O sobrinho segue no mesmo caminho em b...

  2. says:

    Bela hist ria sobre Portugal e a Guerra do Ultramar Muito importante descobrir coisas bastante interessantes sobre o nosso pa s Recomendo.

  3. says:

    Mais uma vez acabo um livro de JRS com a n tida sensa o de ter percebido mais e mais sobre a tem tica de fundo da hist ria do livro.Enredo parte e j l vamos, ficamos com clara no o do nosso Portugal envolvimento na Guerra de frica e a forma atabalhoada como gerimos todo o processo de descoloniza o Uma vergonha, uma n doa na Hist ria que merece ser lida e relida por todas as gera es, as que por l passaram e as mais recentes que raramente tomam contacto na escola com esta realidade.Po Mais uma vez acabo um livro de JRS com a n tida sensa o de ter percebido mais e mais sobre a tem tica de fundo da hist ria do livro.Enredo parte e j l vamos, ficamos com clara no o do nosso Portugal envolvimento na Guerra de frica e a forma atabalhoada como gerimos todo o processo de descoloniza o Uma vergonha, uma n doa na Hist ria que merece ser lida e relida por todas as gera es, as que por l passaram e as mais recentes que raramente tomam contacto na escola com esta realidade.Por este motivo merece a pena ler o livro que uma vez mais e bem est carregado de investiga o como o autor j nos habituou.A minha gera o cruzou se com familiares Pa s, tios que viveram e combateram na guerra e presenciaram estas e outras hist rias As de tropas especiais como os Comandos ou Rangers assumem contornos de trag dia e crime, hoje em dia comp...

  4. says:

    Todos os anos, por volta da altura do Natal, quase certo que tenho por baixo da rvore de Natal o novo livro do Jos Rodrigues dos Santos Este ano n o foi excep o e, mais uma vez, n o me desiludi O Anjo Branco baseia se na hist ria de vida do pai do pr prio autor, m dico em Mo ambique na altura da guerra colonial O livro extremamente interessante porque consegue tratar temas s rios como o caso dos problemas b sicos da sa de pelos quais a popula o local passava falta de acessos, de m Todos os anos, por volta da altura do Natal, quase certo que tenho por baixo da rvore de Natal o novo livro do Jos Rodrigues dos Santos Este ano n o foi excep o e, mais uma vez, n o me desiludi O Anjo Branco baseia se na hist ria de vida do pai do pr prio autor, m dico em Mo ambique na altura da guerra colonial O livro extremamente interessante porque consegue t...

  5. says:

    Um livro que todos os portugueses deviam ler, para conhecerem a verdadeira face da Guerra do Ultramar Porque h muito mais na nossa hist ria do que os manuais contam Como por exemplo, os massacres gratuitos que a nossa grande na o executou.Porque um verdadeiro Homem pratica o bem mesmo quando nin...

  6. says:

    Mantenho as cinco estrelas, obviamente.

  7. says:

    Honestamente estou desiludida Um livro com tanto potencial, uma ideia t o fant stica e uma oportunidade perdida.Antes de mais devo dizer que apesar de ter adorado determinados aspectos da narrativa, senti falta de muito mais Para um livro de quase 700 p ginas, senti que muitas oportunidades foram perdidas e determinadas cenas e muitas refer ncias foram for adas.Achei estranho como Mimicas perde repentinamente todo e qualquer protagonismo ou refer ncia, desnecess rias determinadas cenas de sexo Honestamente estou desiludida Um livro com tanto potencial, uma ideia t o fant stica e uma oportunidade perdida.Antes de mais devo dizer que apesar de ter adorado determinados aspectos da narrativa, senti falta de muito mais Para um livro de quase 700 p ginas, senti que muitas oportunidades foram perdidas e determinadas cenas e muitas refer ncias foram for adas.Achei estranho como Mimicas perde repentinamente todo e qualquer protagonismo ou refer ncia, desnecess rias determinadas cenas de sexo e frustrante o final repentino.Na minha opini o, as primeiras 200 p ginas podiam ter sido encurtadas, as 2 s podiam ter sido melhor trabalhadas e as ltimas expandidas e mais pormenorizadas.Contudo, mesmo algo desiludida, estou contente por ter dado uma segunda oportunidade ao autor Apesar de o seu estilo de escrita n o me encher as medidas, consegui entender porque que tanta gente gosta dos seus livros Trata se de um estilo de escrita simples e cheio de pequeno...

  8. says:

    Na apresenta o do livro ocorrida h duas semanas na Sociedade de Geografia de Lisboa, o autor, entre outras considera es obra e aos factos nela contida, afirmou tratar se o presente livro de uma esp cie de continua o de A Vida num Sopro e que, com isso, estaria a efectuar uma saga da sua fam lia.Assim, antes de ler O Anjo Branco , empreendi a releitura de A Vida num Sopro e em boa hora o fiz, pois as pe as do puzzle encaixam se de uma forma perfeita, sobretudo no primeiro ter o de O A Na apresenta o do livro ocorrida h duas semanas na Sociedade de Geografia de Lisboa, o autor, entre outras considera es obra e aos factos nela contida, afirmou tratar se o presente livro de uma esp cie de continua o de A Vida num Sopro e que, com isso, estaria a efectuar uma saga da sua fam lia.Assim, antes de ler O Anjo Branco , empreendi a releitura de A Vida num Sopro e em boa hora o fiz, pois as pe as do puzzle encaixam se de uma forma perfeita, sobretudo no primeiro ter o de O Anjo Branco.A hist ria inicia se precisamente algumas semanas ap s a morte de Lu s, estando Am lia em profunda depress o sem que o seu marido soubesse como agir Ou seja, de facto uma continua o, pois as personagens iniciais s o precisamente as mesmas, pese embora elas v o desaparecendo progressivamente, sendo substitu das por outras mas que mant m a fam lia Branco como fio condutor, n o fosse Jos Branco, filho de Am lia que cresce, licencia se em medi...

  9. says:

    I started reading this book after Christmas, on the year 2010 like always, my family gives me a book for Christmas, and that year one of my uncles gave me this one And after all this time it s hard for me to find a book that pleases me as much as this one.In the begging I was kind of afraid it was too boring or confusing, but that isn t true at all I couldn t stop reading it The way the author tells the story makes us want to knowandHe can connect the main character s life to t I started reading this book after Christmas, on the year 2010 like always, my family gives me a book for Christmas, and that year one of my uncles gave me this one And after all this time it s hard for me to find a book that pleases me as much as this one.In the begging I was kind of afraid it was too boring or confusing, but that isn t true at all I couldn t stop reading it The way the author tells the story makes us want to knowandHe can connect the main character s life to the event around him really well, in a way that is not confusing at all.When I read the overview and saw the cover I expected another type of story I couldn t image all the real facts about war so well described and connected to the main cha...

  10. says:

    I liked this new book from Jos Rodrigues dos Santos, but I think he didn t quite explored some of the ideas situations Despite the fact that the book is 600 pages long Perhaps is just me getting a bit tired of his style.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *